Desfile de moda no IFB aposta na diversidade e reúne empreendedoras da capital

Atualizado: 5 de out.



“Mais do que roupas”. Esse é o lema do desfile de moda que vai ser apresentado no ConectaIF 2022, evento que acontece no IFB Campus Brasília no período de 17 a 21 de outubro, de forma presencial. O Conecta é gratuito, presencial e aberto à comunidade externa.

O desfile integra o Festival de Arte e Cultura, um dos 20 subeventos do Conecta, e tem como tema “O Planalto Central e suas nuances nas artes e na moda”. A apresentação será um desfile de moda sustentável que faz a integração entre moda, música, artesanato, artes digitais e artes visuais, com foco no reúso e customização de roupas.

A diversidade de vertentes culturais proposta nesse evento prova quão rica é a cultura no Planalto Central. Da moda à música, Brasília será representada, assim como seu bioma natural, seus ipês que colorem a cidade no período de florada e o seu céu tão azul que mais parece o mar. Diversidade esta que será representada também pelos modelos que comporão o desfile, pois entre eles, estarão: transgêneros, pessoas com deficiência, plus size, negros e brancos, com um casting 70% feminino, promovendo a equidade de gênero, e também a diversidade de gênero e raça, além de destacar a inclusão.

“Foi realizada uma campanha de doação de roupas junto a estes estudantes, em que foram arrecadadas cerca de 100 peças usadas que estão sendo utilizadas para a produção da coleção que promove práticas sustentáveis com o seu reuso e customização”, disse a produtora do desfile Karen Parreira, que atua no cenário cultural e musical do Distrito Federal há mais de 15 anos e também é estudante do curso de tecnologia em Eventos do IFB Campus Brasília.

Ela explica que o desfile será dividido em quatro blocos. Bloco 1: O mar de Brasília, representando seu afamado céu azul; Bloco 2: Tabebuia, representando a florada dos ipês na capital; Bloco 3: Fora do Eixo, looks que representarão as RAs (regiões administrativas) do DF; Bloco 4: Traços da Capital, representando sua arquitetura e urbanismo.

O grupo prepara uma apresentação visual prévia antes de cada bloco com imagens e narrativas que destacam a identidade de Brasília. A trilha sonora, composta por clássicos que representam o “Rock Brasília”, imortalizados nas vozes de artistas e bandas do cenário musical nacional, será interpretada ao vivo pela produtora Karen Parreira, ao som de sua Viola Caipira.

Nesse desfile, o público poderá contar com um espetáculo diferenciado que foge totalmente dos padrões apresentados em desfiles tradicionais e quebra tabus, desmistificando estereótipos em todas as vertentes das artes apresentadas nessa ação integrada. “Tem sido um desafio muito gostoso de se cumprir. A sensação é de estar alcançando algo que eu realmente amo produzir, e o sentimento é uma mistura de ansiedade com alegria e medo. Mas é um medo bom, um medo que faz com que eu me desafie a ser melhor”, relata a maquiadora Patrícia Veiga.

Já a artesã crocheteira Priscila Manfredini diz se sentir feliz por fazer parte de um projeto que acredita e admira. “Criar, e principalmente reutilizar algo pronto, me faz saber que estamos no caminho certo. Sucesso e realização é o que me motiva todos os dias”, completa ela. “Um dos maiores desafios que enfrentei até agora. Fazer roupas do zero com a personalidade exclusiva de cada um é muito difícil. A parte mais divertida é customizar algumas peças que recebemos na campanha de arrecadação de roupas nas audições dos modelos. Dar uma cara nova a elas, ao invés de jogá-las fora, me faz pensar que estou realmente fazendo a coisa certa! Estou me doando 100% todos os dias para que todos os modelos possam brilhar em todos os looks. Desafiador e cansativo, mas sinto-me realizada por estar fazendo o que eu amo e nasci para fazer!”, relata Andreza Ingrid, responsável pelas roupas que serão apresentadas.

Bárbara Vieira, que é professora e estrategista de marcas, completa o time da produção do desfile e será a apresentadora do evento. Ela acredita que “qualquer evento dentro da comunidade acadêmica nunca é só mais um evento. É sempre uma oportunidade de levantar debates. Então, nossa intenção é justamente criar uma atmosfera diferente dos desfiles de moda tradicionais, unindo a moda sustentável com artesanato, arte, música, questões de gênero, sexualidade etc.”

Já no âmbito acadêmico, a estudante e produtora Karen Parreira, que já atua na realização de projetos de extensão dos mais variados eixos dentro da instituição há alguns anos, diz estar ansiosa pelo resultado final. “A realização deste projeto, que foi criado pelo coletivo e através da professora Sandra Branchine, deixa-me lisonjeada pela credibilidade recebida da instituição, que nos deu também uma grande responsabilidade. Conheci as meninas quando participei do reality show, e nós, que somos cada uma de uma vertente das artes diferente, decidimos nos unir em prol da realização dos sonhos de cada uma delas. A Bárbara Vieira, que foi uma das apresentadoras desse reality, entrou nessa com a gente e tem colaborado amplamente na idealização e realização. Estou muito orgulhosa dos resultados e de fazer parte da composição dessa linda história. O público irá gostar do que será apresentado, tenho certeza!”.

A professora Sandra Branchine, que é docente da disciplina prática de Eventos, sempre incentiva o fazer eventos aplicando os conhecimentos adquiridos em sala de aula na realização de projetos de extensão do IFB. “O IFB monta o palco e os estudantes fazem o show. Nós, professores, estamos aqui para ensinar, instigar e dar suporte na realização de suas ideias. Isso faz com que a gente acredite que estamos formando profissionais com a qualificação que o mercado de eventos necessita”, relata ela.

A realização desse desfile conta com diversas parcerias, e as responsáveis pela criação do que será apresentado na passarela são empreendedoras residentes no Distrito Federal que foram participantes do reality show Mulheres Criativas, o 1º reality de economia criativa do país, que ocorreu em maio deste ano.

Andreza Ingrid, da marca “Zodter”, segunda colocada no podium do reality, costureira e grande talento aspirante a estilista, é responsável pela criação, costura e customização dos looks. Priscila é a artesã crocheteira que dá nome à “Pri Manfredini Design”. Sua marca de bolsas propõe uma coleção especial. Patrícia Veiga, maquiadora experiente que atua também no backstage do audiovisual, assinará toda a beleza apresentada. A apresentação do desfile será realizada pela professora e comunicadora Bárbara Vieira.

Não perca o desfile. Reserve a data e venha com a gente.

Desfile “O Planalto Central e suas nuances nas artes e na moda”

Quando? 19 de outubro, às 16h, no Palco Cultural do ConectaIF 2022

Onde? IFB Campus Brasília – Asa Norte

49 visualizações

Posts recentes

Ver tudo